“Ler e escrever com prazer engrandece o saber”

domingo, 28 de dezembro de 2008

A SURPRESA DO MÁRIO

Livro concluído Eleição da capa
Eleição do nome da história


A turma do 4º C da EB1 do Fojo, numa das aulas de Língua Portuguesa, no âmbito do PNEP e integrado no projecto em curso" Dar Asas à Imaginação" resolveu inventar uma história, que aqui fica registada.
Cada aluno inventou uma parte da história.

Era uma vez um menino chamado Mário que ia pela primeira vez ao Infantário. Ele tinha 4 anos, olhos azuis e cabelo castanho.
Um dia de Janeiro fez uma grande birra porque não queria ir ao Infantário. (Joana)
Ele pensava que os colegas o iriam tratar mal.
-Tens uma surpresa se fores ao Infantário. Disse-lhe a mãe.
-Está bem! Vamos. Respondeu o Mário. (Margarida Grou)
No caminho, o Mário perguntou à mãe:
-Mãe qual é a surpresa?
-Tem calma, que já vais saber.
Quando chegaram ao Infantário os outros meninos já tinham chegado.(Catarina)
A prenda era uma linda bicicleta cor-de-laranja e azul, com rodinhas porque ele ainda não sabia andar muito bem de bicicleta.(Bento)
- Dou-te a bicicleta se tu não chorares e quiseres ir todos os dias ao Infantário.
-Está bem, eu nunca mais faço birras! Aceitou o Mário.(Simone)
Todos os dias o Mário ia para o Infantário sem chorar mas lembrando-se sempre da sua bicicleta. (Alexandra)
O Mário era muito brincalhão e todos os dias fazia amigos.
Ele era um aluno muito conhecido e com muitos amigos.(Tiago)
Um dia chegou ao Infantário um colega estrangeiro. Era um menino chinês. O Mário desde o início não simpatizou nada com ele, até tinha um bocadinho de inveja porque o colega chinês Xiang--Yong tinha muitas bicicletas.(Duarte)
Passados alguns dias o Mário começou a gostar mais do Xiang-Yong, porque ele emprestava-lhe as suas bicicletas. Ele aprendeu a andar melhor para depois a mãe lhe comprar a bicicleta.(Luís Maria)
Quando ele já sabia andar bem, graças ao treino nas bicicletas do Xiang-Yong, a mãe ofereceu-lhe a bicicleta.(João Passuco)
Nesse ano, o Infantário organizou uma corrida de bicicletas. O Mário, o Xiang –Yong e alguns colegas inscreveram-se para participarem com as suas bicicletas.(Ricardo)
A mãe do Mário comprou-lhe também um capacete e joelheiras e levou-o para a corrida. Quem ganhou a corrida foi o Xiang-Yong. O Mário ficou triste, mas o Xiang-Yong disse-lhe
- Não fiques triste, para a próxima poderás ganhar tu!(Sofia)
O Mário e Xiang-Yong combinaram treinar para ficarem melhor preparados para as próximas corridas.(Tatiana)
Nos dias dos treinos a mãe do Mário preparava-lhe grandes lanches saudáveis cereais, pão, fiambre, queijos, leite e fruta. Cada vez, estavam melhor preparados para a corrida.(Frederico)
Desta vez a corrida era por equipas. A equipa do Infantário era o Mário e o Xiang-Yong. Eles ganharam, ficaram muito cansados, mas muito felizes.(André)
A mãe do Xiang Yong convidou o Mário para ir lá a casa jantar, para festejarem a vitória. O jantar estava muito apetitoso, mas o Mário não conseguia comer.(Rita)
Ele não sabia comer com os pauzinhos.
-Oh Xiang como é que vocês conseguem comer com estes pauzinhos?
-Nós já estamos habituados! Se quiseres nós trazemos-te uns talheres …(Margarida Carvalho)
Com os talheres ele já conseguia comer. A comida estava deliciosa.
Ainda viram televisão no quarto do Xiang-Young…(Daniela Esperança)
…num canal chinês, onde aparecia um circo com elefantes, tigres, leões e outros animais. O Mário gostou, mas não percebia o que os chineses diziam!(Daniela Candeias)
O Xiang Yong ia traduzindo para português. O Mário gostou muito da maneira de falar dos chineses e da comida adorou!(Miguel Molho)
Como o Mário gostou tanto do dia a dia dos chineses. Os pais do Xiang- Yong ofereceram-lhe uma viagem à China, mas o Mário pôs uma condição “OS MEUS PAIS TAMBÉM VÃO!”(João Pato)
“Vitória, vitória acabou-se a história!”

18 comentários:

  1. Gostámos muito do nosso Blog.

    alunos do 4ºC do Fojo

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Gostei muito deste blog mas o que mais gostei foi da foto da nossa turma, também dos textos que nós inventamos...tchau!!!

    ResponderEliminar
  4. os meninos do 4º ano estao de parabens, mas o merito passa pelo o execlente professor que têem tido durante estes anos. Obrigado Profº Monge!!!!!

    ResponderEliminar
  5. O QUE GOSTEI MAIS FOI DA FOTO DA MINHA SALA!!!

    E OBRIGADO PELO PROFESSOR QUE TENHO ANTONIO MONGE

    ResponderEliminar
  6. OLA EU GOSTEI MUITO DO BLOG

    MAS GOSTEI MUITO DA NOSSA FOTA

    O 4.º ANO E O MAIOR

    ResponderEliminar
  7. Duarte Valadas disse...14 de janeiro de 2009 às 19:10

    Adorei tudo principalmente a fotografia da nossa turma!!!!!!!!!
    A história está fachinante mas não teriamos conseguido sem a ajuda do nosso professor António Monge.
    "adeus pessoal"

    ResponderEliminar
  8. A história está esplendida principalmente aquela parte do "Xiang-Yong"

    ResponderEliminar
  9. Eu gostei muito dos Reis Magos

    ResponderEliminar
  10. DANIELA.C. DANIELA.E.15 de janeiro de 2009 às 17:46

    NOS GOSTAMOS MUITO DAS NOSSAS FOTOS

    GOSTAMOS DA HISTORIA DO XIANG-YONG

    ResponderEliminar
  11. Adorei a nossa história!!!
    Somos os maiores!!!
    Principalmente o professor Monge!!!

    ResponderEliminar
  12. Gostei muito do nosso blog
    O professor Monge é o maior!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  13. O vosso Blog está o máximo, parabéns turma.

    ResponderEliminar
  14. O nosso blog está máximo parabéns professor!!
    feito por:Ana Isabel.

    ResponderEliminar
  15. adorei a história
    E muitos parabens ao excelete professor que tenho.Muito obrigado professor monge
    feito por joana ferro e.b.1 do fojo

    ResponderEliminar
  16. Este blog é espectacular,adoramos.

    O que gostamos mais foi as fotografias
    da turma.

    Menssagem feita pelas meninas da
    escola do fojo turma quarto ano:Ana carvalho,Daniela E.,Rita e Margarida Grou.

    Adeus!!! E obrigado por tudo professor Monge!!!!

    ResponderEliminar
  17. TENHO MUITAS SAUDADES DO PROF MONGE

    JOANA FERRO 10 ANOS 5ºANO XAU

    ResponderEliminar